13 de outubro de 2009

Poema: Pessoas


As pessoas passam
Caminhando apressadamente
Carregando um mundo consigo
Um mundo particular em cada mente
Pessoas que desconheço
Possibilidades que desconsidero
As pessoas passam
Sem pressa, e eu as venero
As pessoas continuam passando
Aparentemente nada de mais
Mas em cada olhar, um mistério
Em cada semblante, dúvidas demais
E assim vão passando
Meu pensamento com elas caminhando
Com as pessoas, que passam
Mas o quê se passa
Na mente de quem está passando
No coração daquele que está me olhando?

André Ribeiro de Oliveira